Adolescente processa a mãe na Espanha por obrigá-lo a trocar o celular pelos estudos

0
26

adolescente espanhol de 15 anos denunciou a própria mãe para a polícia depois que ela tirou o celular de sua mão para que ele estudasse. Segundo o jornal local “La Voz de Almería”, o caso aconteceu no dia 28 de fevereiro na cidade de El Ejido, que fica na província de Almeria, no sul da Espanha. Após ter o aparelho retirado a força, o filho chamou a guarda civil e o caso foi parar na justiça, já que a mãe acabou sendo acusada formalmente por maus tratos.

No dia 28 de fevereiro, a Espanha comemora o Dia da Andaluzia, região onde fica El Ejido. Era uma terça-feira, feriado escolar local. O jornal afirma que a briga com sua mãe aconteceu por volta das 20h: como ele se recusava a deixar o telefone de lado para estudar, a mãe, identificada como María Angustias H. H., o tomou de sua mão “forçando levemente” o adolescente.

De acordo com o “Voz de Almería”, a promotoria pediu pena de nove meses de prisão para a mulher, além da obrigação de que ela pagasse os custos do processo penal.

O juiz Luis Miguel Columna, porém, decidiu absolver María Angustias. Segundo o jornal, o juiz considerou que “o ocorrido neste dia no domicílio familiar não constitui um delito de maus tratos, mas, pelo contrário, a mãe atuou corretamente em cumprimento dos direitos e obrigações derivados do poder paternal”.

Prédio onde fica o Tribunal Penal 1 em Almería, na Espanha, onde o caso foi julgado (Foto: Reprodução/Google Maps)Prédio onde fica o Tribunal Penal 1 em Almería, na Espanha, onde o caso foi julgado (Foto: Reprodução/Google Maps)

Prédio onde fica o Tribunal Penal 1 em Almería, na Espanha, onde o caso foi julgado (Foto: Reprodução/Google Maps)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here