O bilionário consta no site da Caixa como um dos beneficiários do auxílio destinado
trabalhadores informais. Empresário pediu que a PF investigue cadastro indevido.
Entre as informações vazadas pelo grupo de hackers Anonymous, está a de que o
empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, seria um dos 55 milhões de
beneciários do auxílio emergencial de R$ 600, pago pelo governo federal a informais e
desempregados, por conta da pandemia do novo coronavírus.
De acordo com informações conrmadas pelo jornal Metrópoles no site do auxílio, o
empresário teve o benefício aprovado, enviado para crédito e depositado. No site não é
informada a conta de destino, nem as datas de quando foi feito o cadastro ou de quando
recebeu o benefício.

Em nota divulgada pelo jornal O Antagonista, o dono da Havan condenou o vazamento
de dados e pediu que a Polícia Federal (PF) investigue o caso, tanto pela divulgação de
informações pessoais como no cadastro indevido ao auxílio.
Nas redes sociais, Luciano Hang também se manifestou e disse se tratar de um “golpe”.

Diante dos últimos acontecimentos temos que avaliar melhor antes de criticar os
servidores públicos que aparecem na lista, eles também podem ser vítimas do mesmo
golpe.
O que fica claro é que o sistema utilizado pelo governo federal não é seguro.

Faça parte do grupo de notícias do Radarmaringá no WatsApp >> Clique aqui

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui